logo-ge

Confira as dicas para mandar bem na prova da Cásper Líbero

Ficar atento ao relógio e ligado no que acontece no mundo são as recomendações de coordenador de cursinho e aluno da Cásper

por Morena Madureira

Se você vai prestar o vestibular 2010 da Cásper Líbero neste domingo, dia 13, deve se preparar para não deixar que o relógio seja um inimigo do seu desempenho. Essa é a principal dica de Renato Marques Gonçalves, coordenador pedagógico do curso pré-vestibular Inteligente, especializado em Comunicação.

“O vestibular da Cásper é dividido em 50 questões objetivas e uma redação, sendo que cada parte vale metade da prova. Se você observar as questões objetivas separadamente, pode achar que a prova é fácil, mas esta impressão não é correta porque são quatro horas para fazer as duas partes”, comenta o coordenador. Por conta da duração apertada do exame, Renato frisa a importância de saber organizar o tempo. “Eu diria aos estudantes que começassem pela redação e depois partissem para as questões, começando pelas de mais facilidade e deixando os pepinos pro final. Depois, se der tempo, vale a pena dar uma retomadinha na redação”, recomenda.

COM A PALAVRA, O VETERANO
De acordo com o ex-vestibulando e estudante do 3º ano de Publicidade da Cásper Ricardo Aires, o pouco tempo para a resolução do exame é, de fato, o que o deixa mais complicado. “É quase um Enem, uma prova muito comprida, com muitos textos. Se o candidato enrolar um pouco, não consegue terminar”, afirma.

Ricardo também recomenda atenção nas questões de atualidades, que diz serem o diferencial da prova da Cásper. “São perguntas específicas, detalhistas, pra pegar quem lê jornal”, conta o estudante. Com relação às outras matérias, Ricardo diz que as questões de português e geografia “têm nível de Fuvest” e que matemática não é difícil.

O estudante de Publicidade sugere que os candidatos leiam todos os livros da lista de obras do vestibular, visto que sempre cai no mínimo uma questão para cada um deles. Quanto aos filmes indicados, que são outro aspecto peculiar da prova da Cásper, Ricardo diz que é preciso mais do que assisti-los: “Eu vi todos os filmes e mesmo assim teve questão que errei. Tem que ter uma postura crítica”.

Esse ano as obras são:

Livros
A rosa do povo , (Carlos Drummond de Andrade)
–  Dom Casmurro (Machado de Assis)
Sagarana (Guimarães Rosa)
– O rei da vela
(Oswald de Andrade)
Luuanda (José Luandino Vieira)
A ilha (Fernando Morais)

Filmes
– O crepúsculo dos deuses
(dir. Billy Wilder)
Todos os homens do presidente (Alan J. Pakula)
Macunaíma (Joaquim Pedro de Andrade)
Edifício Master (Eduardo Coutinho)
Ônibus 174 (José Padilha).

– Leia mais notícias sobre Vestibular

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s