logo-ge

Em balanço das 10h30, Sisutec já registra mais de 350 mil inscrições

Sistema abriu período de inscrições nesta segunda-feira (17); prazo vai até dia 21

O Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) atingiu 353.399 inscrições, de acordo com balanço das 10h30 divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) nesta terça-feira (18). O período para inscrições, exclusivamente pela internet, começou ontem (17) e vai até o dia 21 deste mês.

>> Faça aqui sua inscrição no Sisutec

Nesta edição, o Sisutec oferece 291.338 vagas em 122 cursos técnicos, que têm previsão de início para o período de 14 de abril a 12 de maio. Podem se candidatar os estudantes que fizeram a última edição do Enem.

No ato da inscrição, o candidato deve escolher duas opções de curso, por ordem de preferência. O candidato deve definir, também, se deseja concorrer às vagas destinadas aos estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas ou particulares com bolsa integral, ou às vagas reservadas a negros, pardos e indígenas (também que tenham cursado o ensino médio em escolas públicas ou particulares na condição de bolsista integral).

Assim como no Sisu, durante o período de inscrição o candidato pode alterar suas opções. Serão feitas duas chamadas sucessivas, sendo a primeira no dia 25 de março, com matrículas entre os dias 26 e 28. A segunda lista será liberada no dia 1º de abril, com matrícula nos dias 2 e 4 do mesmo mês. Após as duas primeiras chamadas, o sistema receberá também inscrições para vagas remanescentes.

Pronatec

Nesta edição do Sisutec participam 937 instituições de ensino públicas e privadas, além das escolas do Senai e do Senac. As vagas fazem parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego (Pronatec). Segundo o MEC, 1,7 milhão de estudantes já fizeram ou estão fazendo cursos técnicos pelo programa.

Durante o Café com a Presidenta de ontem (17), a presidenta Dilma Rousseff destacou a importância do ensino técnico e sua alta valorização em países do exterior. "Em vários países desenvolvidos, como Alemanha, por exemplo, a maioria dos estudantes do ensino médio opta pela educação profissional. Nós estamos escrevendo uma nova página na história do ensino técnico no Brasil, queremos valorizar cada vez mais essa modalidade de ensino", disse. "O Brasil precisa de técnicos com habilidade, conhecimento e boa formação porque eles vão contribuir para o desenvolvimento do nosso país."

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s