logo-ge

Inscrições para bolsas remanescentes do ProUni começam hoje

A partir desta quarta, o processo ficará aberto para todos os estudantes que fizeram o Enem a partir de 2010

Inicia nesta segunda-feira (10) o período de inscrição para concorrer às bolsas remanescentes do ProUni. O processo será feito pela internet pela primeira vez neste ano, por meio do site do programa, conforme mudanças anunciadas pelo MEC no fim de fevereiro. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), a estimativa é que haja ainda 50 mil bolsas disponíveis.

Nos anos anteriores, o processo de ocupação das vagas restantes era feito pelas próprias instituições, em seleções específicas. No novo meio de inscrição, podem fazer o cadastro quem se inscreveu em cursos em que não houve formação de turma na seleção regular e também quem fez o Enem a partir de 2010, desde que não tenham zerado a redação e tenham completado, ao menos, 450 pontos na média das provas.

Após a inscrição online, os candidatos terão dois dias úteis para comprovar as informações na instituição de ensino em que pretendem ingressar. A universidade deverá, então, registrar a comprovação das informações no Sistema Informatizado do ProUni (SisproUni). A partir de quarta-feira (12), o processo fica aberto para os que fizeram o Enem a partir de 2010, nas mesmas condições de nota.

Outra novidade das mudanças anunciadas pelo MEC é que os estudantes que cumprem os requisitos do programa e já são alunos matriculados nas instituições podem pleitear uma bolsa, caso ainda não a tenham.

O programa

O ProUni é destinado a alunos que querem concorrer a bolsas de estudo, integrais ou parciais, em instituições particulares de educação superior. Podem receber bolsas integrais estudantes com renda bruta familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais são destinadas aos candidatos com renda bruta familiar até três salários mínimos por pessoa. O bolsista parcial poderá utilizar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para custear o restante da mensalidade.

Para concorrer, era necessário ter feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas, além de não ter zerado a redação. Também era preciso ter cursado o ensino médio na rede pública ou com bolsa integral na rede privada e não ser portador de diploma de curso superior.

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s