logo-ge

Não devo fazer Engenharia porque sou mulher?

Orientador profissional esclarece

O Brasil está longe de ter uma cultura isenta de preconceitos e isso se reflete no campo das profissões. Há, por exemplo, mais homens do que mulheres ocupando cargos executivos, apesar de haver mais mulheres nos cursos superiores. Além disso, as mulheres, em média, estudam mais que os homens, mas ganham menos, inclusive quando exercem as mesmas funções.

Tais fatos devem motivá-la a ampliar sua liberdade de escolha e lutar contra os obstáculos. Se não fosse assim, as mulheres não teriam conquistado avanços no mercado de trabalho e na vida social em geral.

A opinião do profissional que você consultou pode apenas refletir uma resistência a esse movimento de ampliação dos direitos femininos. Veja que nas últimas três décadas houve um enorme aumento de mulheres nos cursos de Engenharia, o que era praticamente impensável na década de 70 do século 20.

Qualquer profissional bem capacitado e responsável pode conquistar respeito de seus pares e subordinados. Se for isso que realmente deseja, faça acontecer!

– Guia de Profissões: Engenharia Civil

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s